Posts Tagged ‘Relações Públicas’

O contador de estórias*

posted by H+K Strategies

O debate entre as diversas agências – relações públicas e consultoria em comunicação, publicidade, digital, meios, public affairs, etc – tem centrado a tónica no domínio sobre conteúdos e a sua produção, em qualquer que seja a ferramenta. Quem dominar os conteúdos, dominará as novas e as velhas plataformas.

Mas serão os conteúdos, per si? Da leitura da crónica de Gary Goldhammer*, confirmo que não.

Conteúdos, factos, opiniões, todas as pessoas os produzem e divulgam – é olhar para posts, tweets, notícias…Mas histórias, serão todos capazes de as contar e, com elas, marcar o consumidor?

Que texto, peça ou imagem, de imprensa, televisão ou online, é que mais nos marcou? Algum número, algum facto, ou foram estórias?

(Afinal, talvez não baste) Não basta produzir conteúdos, atrás de um bom conteúdo tem de estar uma boa estória, e atrás de uma boa estória tem de estar um bom contador de histórias, as RP dominam pela natureza  da sua especialidade este território e não é de hoje…

“Where once we read stories, we now consumed content. Stories are personal and transformational. Stories have definition and character. Stories are history personified. But content is cold, distant. Content is a commodity – a finite consumable of fleeting value. Content is artificial intelligence. When storytelling is reduced to content, ideas die.”

*inspirado na crónica de Gary Goldhammer is Hill+Knowlton Strategies’ U.S. Chief Digital Strategist and is based in our L.A. office, book “The Last Newspaper,” published in 2010, and chronicle in http://www.hkstrategies.com/The_Last_Newspaper

relações públicas

Alexandra Queiroz – Account Manager @ Hill+Knowlton Strategies Portugal

” As relações Públicas sempre foram um diálogo entre as marcas/companhias e as suas audiências”

posted by H+K Strategies

Valid Metrics: Novo método para medir o impacto das Relações Públicas na imprensa? Qualidade em detrimento de Quantidade – Uma mais valia para as marcas?

Este novo método “pode adicionar valor às marcas, fornecendo métricas que não só acompanham o desempenho, mas também fornecem insights. Isso acontece porque a medição do impacto vai para além da contagem de clipping, abrangendo também a compreensão de como as relações públicas estão a ter impacto e a ser percebidas junto do público-alvo. Consciência, compreensão, interesse/apoio, consideração/preferência e acção são os vários níveis em que agrupam as novas métricas”.

Uma temática actual, desenvolvida por Ruth Pestana, Directora Mundial de serviços estratégicos da Hill & Knowlton, na edição de Agosto do Jornal Briefing.

«Arte e Ciência das Relações Públicas»

posted by H+K Strategies

Teresa Figueira, Directora Geral da Hill & Knowlton Portugal, escreve na Marketeer sobre as Relações Públicas em 2010. Onze pontos a ter em conta para não se perder o lugar “na crista da onda” das RP.

«Arte e Ciência das Relações Públicas», para ler na edição de Setembro da Marketeer.