Posts Tagged ‘Saúde; TIC; Comunicação; Informática’

Medicina à distância de um click…

posted by H+K Strategies

Num mundo cada vez mais ligado à internet, é notória a crescente dependência da sociedade em relação ao mundo virtual. Aumento que também se tem registado na área healthcare. Foram divulgados, recentemente, dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) que constam da edição de 2012 do Inquérito à utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nos Hospitais, mostrando sinais de mudança neste sector.

Quase a totalidade dos portugueses, cerca de 96%, dispõe de acesso à internet em banda larga e, este ano, 30% tirou partido desta tecnologia para a prática de actividades de telemedicina, representando um aumento de 9% em relação a 2010. As práticas mais comuns na utilização deste tipo de comunicação e informação são a teleradiologia, teleconsulta e a telecardiologia. A primeira é utilizada por 75% dos hospitais em território nacional, sendo que a teleconsulta é utilizada em 36% dos hospitais e 32% utilizam a telecardiologia.

São os hospitais públicos que mais recorrem à medicina à distância, com 45,1%, contra os 13,1% dos hospitais privados. Contudo, os hospitais privados tornam-se líderes quando a análise recai sobre o volume de encomendas e compras realizadas online, mostrando-se líderes na utilização do e-commerce.

Do total dos hospitais, 2,9% têm disponíveis consultas online para os utentes.

Estes dados demonstram a importância que a internet tem vindo a adquirir no sector da saúde. De facto, como profissionais de comunicação temos notado que este canal, tal como em todos outros sectores, tem registado um crescimento, permitindo facilitar a comunicação com os seus públicos externos (B2C), e mesmo entre os profissionais de saúde (B2B). Uma vez que, cada vez mais, os portugueses têm acesso à internet, também o sector da saúde deverá acompanhar esta tendência, oferecendo serviços de qualidade no conforto da casa do utente. Ao nível B2B permitirá oferecer a troca de informação valiosa para o acompanhamento de cirurgias e de outros casos que possam surgir em meio hospitalar.

E nós, a trabalhar a área da saúde em agências de comunicação, já nos estamos a adaptar ao fenómeno da telemedicina e a potenciar as oportunidades do mundo digital?

tecnologias de informação e comunicação

Helena Góis, Sénior Account Executive @ Hill+Knowlton Strategies Portugal